Category Archives: Limpeza Doméstica

Lavar a roupa de forma ecológica e económica

Hoje em dia, fala-se muito em ecologia, mas a verdade é que não se consegue mudar as ideias e hábitos das pessoas do dia para a noite… é necessário muito trabalho para mudar as mentalidades e formas de viver, para tornar o mundo mais ecológico. Começando, pelo simples gesto de lavar a roupa, se o fizermos uma lavagem ecológica e amiga do ambiente, entre outras vantagens podemos poupar dinheiro e energia.

Seguem-se algumas dicas de mecanismos que podemos usar de forma a fazer uma lavagem ecológica da roupa.

  • Deve lavar a roupa em água fria, pois ela fica bem lavada e poupa energia, dinheiro, além de prolongar a vida da sua roupa.
    Lave a roupa com água quente somente quando necessário.
  • Se não tiver roupa suficiente para encher uma máquina, faça apenas meia máquina e adeqúe o programa à quantidade que vai lavar. Deste modo, poupa energia e água.
  • Privilegie o uso produtos biodegradáveis, tanto detergentes como amaciadores.
  • Use sempre as quantidades de detergente recomendadas, evite o desperdício e poupe o ambiente.
  • Use água oxigenada em vez de lixívia ao lavar a roupa. Se a água oxigenada estiver numa concentração de 3% faz o mesmo que a lixívia e é mais amiga do ambiente. Deite um copo de água oxigenada na máquina durante a lavagem de roupa branca e, neste caso, lave com água quente. Se não encontrar água oxigenada a 3% pode substituir por meio copo de sumo de limão.
  • Para amaciador de roupa pode e deve utilizar o vinagre; adicione meio copo de vinagre branco em cada lavagem, podendo perfumá-lo com algumas gotas de óleo essencial.
    Pode também preparar o seu amaciador de roupa ecológico, com um copo de bicarbonato de sódio, dois copos de água, algumas gotas de óleo essencial para perfumar e um copo de vinagre. Misture muito bem e armazene num recipiente.
  • Produza o seu próprio detergente 100 % ecológico. Para tal, triture um sabonete puro, coloque-o num tacho e cubra-o com água; aqueça em lume brando, mexendo sempre até dissolver por completo. Noutro recipiente ferva cerca de 9 litros de água e junte-lhe o sabonete derretido ainda quente, adicione 1 copo de bicarbonato de sódio e meio copo de bórax. Deixe arrefecer e utilize meio copo do produto nas lavagens da sua roupa.
  • Não compre tira nódoas químicos, que só vão prejudicar o ambiente pode sempre retirar as nódoas da sua roupa utilizando produtos naturais e ecológicos como, pasta de dentes, sumo de limão, bicarbonato de sódio, vinagre e bórax.
  • Lave à mão a roupa delicada ou peças de grandes dimensões como edredons, cobertores ou carpetes. Utilize um detergente ecológico, um balde e uma vassoura, evitando deste modo um gasto desnecessário em lavandarias.
  • Seja amigo do ambiente e, sempre que possível, ligue a máquina de lavar roupa nos horários mais económicos, diminuindo o consumo de eletricidade. Atualmente quase todas as máquinas são programáveis, podendo realizar a lavagem a qualquer hora do dia.

Seguindo estas dicas, poderá a lavar eficazmente a roupa, de forma ecológica e com a grande vantagem de economizar energia.

Lavar a roupa de forma ecológica económica

Como remover manchas de lápis de cera

 

Aprenda as dicas e técnicas de limpeza que lhe permitirão tirar de manchas de lápis de cera de todas as superfícies de casa, incluindo roupas, estofados, carpetes, paredes e madeira.

Estas dicas são particularmente úteis para quem tem filhos pequenos que brincam frequentemente com lápis de cera e riscam tudo, mesmo áreas mais indesejadas da casa…
Parece frustrante, mas não é motivo para entrar em pânico, pois há sempre uma solução.

 

Tirar manchas de lápis de cera de roupas e tecidos

A remoção deste tipo de manchas depende da quantidade de roupa afetada e também se a cera foi ou não macerada sobre o tecido.

Por vezes, toda uma carga de roupa é afetada porque ficou acidentalmente um lápis de cera no bolso e, durante a lavagem, o lápis tende a deixar marcas em várias peças. Caso detete as manchas imediatamente a seguir à lavagem, deverá usar técnicas de limpeza diferentes daquelas que terá de utilizar caso a roupa tenha ido à máquina de secar (derretendo a cera por todo o lado). Veja, pois, abaixo os dois tipos de procedimento a adotar para tirar este tipo de manchas.

1. Eliminar as marcas de lápis de cera de vestuário e tecidos

  • Lave a roupa em água quente com o detergente habitual e adicione uma chávena de bicarbonato de sódio.
  • Se as manchas não desaparecerem com este procedimento, siga para o passo seguinte.
    Dica: Antes de colocar na a roupa a secar, certifique-se que as manchas desapareceram completamente, caso contrário poderá defini-las ainda mais no tecido.
  • Se a mancha persistir, lave a roupa novamente em água quente com lixívia (use lixívia para roupa delicada se o tecido for de cor).
    Dica: Se tiver de usar lixívia para roupa delicada ou um produto com oxigénio ativo, faça um pré-tratamento da roupa antes da lavagem, deixando as peças de molho em água quente, no mínimo durante ½ hora.
    Note que as instruções indicadas acima também funcionam para eliminar manchas de lápis de cor das roupas.

2. Tirar manchas derretidas de lápis de cera da roupa

  • Raspe delicadamente a cera em excesso.
    Dica: Se a mancha ainda estiver macia, coloque a roupa no congelador para endurecer a cera e, assim, torna-se mais fácil raspá-la sem a alastrar mais no tecido.
  • Para remover a restante cera de lápis, coloque a área manchada do tecido entre folhas de papel absorvente limpo e pressione com um ferro de engomar quente (sem vapor). Este procedimento irá transferir a cera do tecido para o papel.
    Dica: Poderá ter de usar várias folhas de papel para remover a mancha. Tenha especialmente muito cuidado para não passar o papel absorvente numa área limpa do tecido, a fim de não espalhar a mancha de cera.
  • Antes de iniciar o processo de remoção da mancha, certifique-se que a função de vapor do ferro está desativada, caso contrário as folhas de papel absorvente ficarão, o que irá dificultar o processo de transferência da mancha de cera do tecido.
  • Retirada a cera, se a mancha persistir, faça um tratamento de limpeza, aplicando um aditivo de pré-lavagem sobre a área afetada.
  • Lave a roupa com a água o mais quente que o tecido permitir e um pouco de lixívia (normal ou para roupa delicada).
  • Verifique se a mancha de cera do lápis saiu e repita a operação, se necessário.

 

Tirar lápis de cera derretido da máquina de secar roupa

Se usa máquina de secar e colocar acidentalmente roupa lavada com um lápis de cera no meio dela, para lá das manchas que se espalharão pelas outras peças, terá de limpar também o interior da máquina. Caso contrário, irá manchar as cargas de roupa que puser em seguida no secador, pois a cera irá reaquecer e derreter novamente, passando facilmente para a roupa.

  • Poderá tirar marcas de lápis de cera do secador de roupa, usando detergente da louças e um pouco de água ou então pulverizar o tambor com um bom produto de limpeza, deixar atuar e limpar de seguida com um pano húmido.
  • Depois de usar qualquer um dos produtos acima indicados, limpe bem o tambor com um pano limpo, água e sabão.
  • Efetuada a limpeza da máquina, faça uma carga com panos ou toalhas velhos para se certificar que foram eliminadas as marcas de cera. Se ainda persistirem quaisquer vestígios dos lápis, repita novamente a operação.

 

Tirar manchas de lápis de cera de estofados

  • Retire a cera em excesso.
    Dica: Se a mancha for recente e ainda não tiver endurecido, coloque um saco de gelo sobre ela para a fragilizar, tendo o cuidado de não molhar o estofo (o que iria tornar mais difícil a remoção eficaz da mancha).
  • Para as manchas que persistirem depois de ter raspado a cera, aplique solvente de limpeza a seco com um pano branco limpo.
    Dica: Teste o solvente numa área escondida do estofo para ter certeza que é seguro.
  • Esfregue a mancha até o solvente ser absorvido. Repita a operação, se necessário.

 

Tirar manchas de lápis de cera de tapetes e carpetes

As instruções para a remoção de manchas de lápis de cera de tapetes são as mesmas que para os estofados. No entanto, também poderá usar um ferro quente (sem vapor) para remover a mancha depois de a ter raspado bem. Para isso, siga os seguintes passos:

  • Raspe a mancha do tapete o melhor que conseguir e, em seguida, cubra a área afetada com um pano branco e limpo.
  • Com a ponta do ferro quente, faça pressão sobre o pano, a fim de que a cera passe do tapete para o pano. Note que deverá substituir ou mover o pano com frequência, tendo o cuidado de colocar o ferro quente sempre sobre uma área limpa do pano, a fim de não espalhar a mancha ainda mais.
    Dica: Antes de usar o ferro no tapete para proceder à remoção da mancha deverá ter em atenção a constituição do tapete e fazer um teste, com o pano, numa área escondida. Tapetes com fibras sintéticas ou artificiais podem derreter (mesmo tendo o ferro com uma temperatura baixa).

 

Remover manchas de lápis de cera de paredes

Há muitas maneiras de tirar as manchas e marcas de lápis de cera das paredes. Antes de mais, há que ter em atenção o tipo de parede para aplicar o procedimento e/ou produto de limpeza mais adequado. As paredes pintadas com tinta de água são relativamente fáceis de limpar, já as que têm tinta de areia se tornam mais difíceis de trabalhar; se a mancha do lápis de cera estiver sobre um papel de parede, o procedimento terá de ser mais cuidadoso, a fim de o não danificar…

Tendo em atenção o tipo de parede onde ficou a mancha, poder-se-ão aplicar algumas técnicas de limpeza como as que se seguem:

  1. Aplicar bicarbonato de sódio e água morna
  2. Empregar folhas de papel absorvente e ferro de engomar quente (sem vapor)
  3. Esfregar a mancha com um toalhete de bebé
  4. Esfregar bem a área afetada com pasta de dentes, usando uma escova
  5. Limpar a área afetada com um lubrificante
  6. Limpar a mancha com detergente da loiça, esfregando bem

Além destas, existem instruções específicas para remover lápis de cera de cimento e tijolo, uma vez que são superfícies porosas e, como tal, a cera do lápis tende a ser rapidamente absorvida, tornando-se ainda mais difícil de remover. Portanto, deverá proceder à remoção da mancha o mais rápido possível, pois quanto mais tempo ela ficar na parede, mais difícil será de tirar.

  • A melhor forma de remover lápis de cera em cimento e tijolo é usar um lubrificante à base de óleo ou um bom produto de limpeza. Borrife a área afetada com qualquer um destes produtos e, em seguida, escove delicadamente com uma escova dura.
    Dica: Caso o tijolo já seja antigo ou mais macio do que o normal, deverá fazer uma escovagem suave ou uma escova mais macia, a fim de não danificar a superfície.
  • Quando grande parte da marca estiver retirada, borrife de novo com o produto aplicado anteriormente e limpe bem a parede com um pano macio. Isto ajudará a remover a mistura de cor (do lápis com o produto de limpeza) que se formou enquanto esfregava.
    Dica: Estes produtos de limpeza podem deixar marca no cimento ou tijolo, uma vez que são à base de óleo. Se isto acontecer, prepare uma solução de água morna e detergente líquido e esfregue suavemente a superfície afetada para ajudar a remover os resíduos.

 

Remover lápis de cera de pavimentos de madeira e mobiliário

Este tipo de mancha pode ser difícil de limpar de superfícies de madeira sem as danificar. Por isso, embora haja várias dicas de limpeza para estas situações, devemos ter em conta que nem todas são seguras. Portanto, qualquer que seja o método seguido, deverá fazer primeiro um teste de limpeza numa área escondida antes de limpar diretamente a mancha, a fim de se assegurar de que não irá danificar a sua mobília ou pavimento de madeira.

De entre as várias técnicas de limpeza, sugerimos o uso de aguarrás para remover as marcas de lápis de cera da madeira. Sendo um solvente, a aguarrás ajudará a soltar mais facilmente a cera da madeira.

  • Coloque algumas gotas deste solvente mineral num pano limpo e macio e esfregue suavemente sobre as marcas de lápis de cera.
  • Quando a cera do lápis se soltar da madeira, volte a limpar a área manchada com outro pano branco limpo e lustre a madeira para remover quaisquer vestígios da aguarrás.
    Dica: Depois de usar um solvente mineral no mobiliário, pode ter de a encerar de novo, uma vez que a cera de limpeza aplicada também terá sido removida.

Conhece uma técnica diferente e eficaz para remover manchas de lápis de cera?
Partilhe a sua dica de limpeza sobre este tipo de nódoa, deixando um comentário a este artigo.

manchas de lápis de cera

Como Remover Manchas de Urina?

Frequentemente somos confrontados com as nódoas de urina e é necessário saber como as remover, pois elas aparecem por estarmos a treinar uma criança a deixar a fralda ou até porque o nosso animal de estimação urinou indevidamente no tapete ou no sofá da sala.

Nas linhas que se seguem são dadas algumas dicas e técnicas para remover manchas de urina de vestuário, estofos, tapetes e colchões.
Na sua generalidade, as instruções referem-se tanto à urina humana como às manchas de urina deixadas pelos animais de estimação.

Remover manchas de urina de roupas

  • Vire a peça afetada do avesso e passe-a por água fria (não morna ou quente) para eliminar o máximo de urina possível.
  • Faça um pré-tratamento da mancha imergindo a peça, durante 30 minutos, em água fria com detergente líquido enzimático. Se a mancha não for recente, pode ser necessário deixar a roupa de molho durante a noite.
  • Lave em água o mais quente possível e lixívia normal ou lixívia para roupa delicada se o tecido for de cor.
  • Certifique-se de que a mancha desapareceu após a lavagem e, se necessário, repita a operação.
    Dica: Nunca ponha a roupa na máquina de secar antes de a nódoa de urina estar completamente limpa, caso contrário poderá defini-la mais no tecido.

Remover manchas de urina de estofos

Limpe a mancha de urina com um pano limpo e branco embebido numa mistura de 2 copos de água fria, 1 colher de detergente da louça e 1 colher (sopa) de vinagre.
  • Esfregue a mancha até que o líquido seja absorvido, tendo o cuidado de não a alastrar no estofo.
  • Repita a operação, se necessário.
  • Limpe bem a área manchada passando um pano branco limpo, embebido em água fria, deixando secar de seguida.
  • Caso a mancha de urina persista, aplique, com um conta-gotas, algumas gotas de peróxido de hidrogénio a 3%, seguido de algumas gotas de amónia.
    Dica: Lembre-se que deverá testar, tanto o peróxido de hidrogénio como o amoníaco, num local discreto do estofo para se certificar de que não o irá danificar com a aplicação destes solventes.
  • Volte a limpar a área tratada com água limpa para remover quaisquer resíduos dos produtos de limpeza utilizados para retirar a mancha de urina.

Remover manchas de urina de tapetes
As instruções para a remoção de manchas de urina do tapete são as mesmos que para os estofos.

Remover manchas de urina do colchão
A melhor forma de tratar as manchas de urina no colchão está na prevenção, utilizando uma capa impermeável que filtra a urina, impossibilitando-a de manchar ou danificar o colchão.
No entanto os acidentes acontecem e, apesar de todos os cuidados, por vezes a urina passa mesmo as proteções ou resguardos colocados. Assim, há que tratar de remover as manchas de urina infiltradas no colchão.
As instruções para a remoção destas manchas são bastante semelhantes às indicadas para remover a urina de estofos.

  • Prepare uma solução misturando igual quantidade de vinagre branco e água, pulverizando com ela a mancha de urina do colchão.
    NB: Poderá acrescentar à solução um pouco de detergente da louça, conforme indicado para o tratamento de manchas dos estofos.
  • Esfregue bem a área manchada com a solução de limpeza e repita a operação 3 a 4 vezes.
  • Deixe secar o colchão ao ar livre durante algumas horas (o melhor será deixá-lo a secar durante 24 horas para que seque completamente, não só à superfície mas também no interior – caso contrário, poderá vir a desenvolver-se mofo e bolor, devido à humidade).

Conhece uma técnica diferente e eficaz para remover manchas de urina?
Partilhe a sua dica de limpeza sobre este tipo de nódoa, deixando um comentário a este artigo.

Guia rápido para remover nódoas

São vários os tipos de nódoas e manchas que podem surgir no dia a dia, assim como as superfícies onde elas caem. Dependendo da superfície e/ou material afetado, há produtos de limpeza que conseguem remover a nódoa.

Neste artigo, apresentamos um guia rápido para que saiba como tirar nódoas de vários tipos de superfície ou materiais. Há casos em que há mais do que um procedimento que pode ser adotado na remoção da nódoa e, por isso, apresentamos as diferentes hipóteses para cada tipo de nódoa.

O guia está organizado pelo tipo de nódoa, área(s) afetada(s) e prodecimentos a seguir.

 

Manchas de água salgada

  • Couro
    Esfregue a superfície afetada com uma mistura de duas partes de álcool para uma de leite.

Manchas de alcatrão

  • Couro
    Dissolva a nódoa de alcatrão em vaselina, eliminando-a depois com um pano embebido num solvente clorado, como o tetracloreto de carbono.
  • Pele
    Dissolva a nódoa com um algodão ou tecido impregnado de óleo e, em seguida, lave com água e sabão.
  • Tecidos
    Antes de aplique a solução de limpeza, teste o efeito da acetona sobre as cores do tecido numa zona escondida. Se não desbotar a cor, dissolva a nódoa com acetona, lavando e enxaguando de seguida.
  • Tapetes e alcatifas
    Esfregue a superfície com um pano impregnado de um solvente clorado (tetracloreto de carbono). Lave depois com um produto para lavar tapetes e enxague.

Manchas de álcool

  • Madeira encerada
    Esfregue com um pano impregnado de essência de terebintina. Encere de seguida.
    Dica de Limpeza: É conveniente que a zona limpa com essência de terebintina seja bastante ampla para que não se formem auréolas.

  • Madeira natural
    Esfregue com um pano impregnado de éter.
    Dica de Limpeza: É conveniente que a área esfregada com éter seja suficientemente ampla para evitar a formação de auréolas.

Arranhões

  • Aço
    Misture cinza de cigarros com óleo e esfregue bem com um pano de lã. Passe com um algodão impregnado de álcool e puxe o lustro.

Nódoas de beterraba

  • Tecidos
    Embeba o tecido em sumo de limão até a nódoa desaparecer e enxague de seguida.


Manchas de
 bolor

  • Azulejos
    Aplique lixívia na nódoa até esta desaparecer.
  • Cerâmica
    Elimine a nódoa com um algodão embebido em lixívia.

Manchas de café 

  • Tecidos brancos
    Impregne a nódoa com água oxigenada até desaparecer.
  • Tapetes e alcatifas
    Esfregue a nódoa com um pano imbuído numa mistura de álcool metílico e vinagre branco. Enxague e elimine as marcas com um produto para lavar tapetes.
  • Madeira
    Impregne a nódoa com água oxigenada.

Marcas de cal

  • Aplique abundantemente água quente com lixívia.
  • Azulejos
    Para remover cal dos azulejos, esfregue com um pano impregnado de álcool metílico.

Manchas de cera

  • Madeira
    Para eliminar a cera acumulada na madeira, dissolva-a com um algodão embebido em essência de terebintina.
  • Madeira encerada
    Retire a cera, esfregando com um pano imbuído de gasolina de isqueiro. Volte a encerar a madeira.
  • Madeira envernizada
    Lustre com um pano impregnado de vinagre quente.
  • Mármore
    Desfaça a cera com água a ferver e seque com papel mata-borrão.
  • Mosaicos
    Lave bem o chão de vinagre quente e enxague.
  • Tecidos
    Derreta a cera com água a ferver e seque com papel mata-borrão (há casos em que poderá eliminar a cera passando o tecido somente com o ferro de engomar quente e o papel mata-borrão). Elimine depois as marcas de gordura.

Nódoas de chá

  • Tecidos brancos
    Lave os tecidos com água e sabão à qual misturou umas gotas de limão. Passe por água com lixívia e enxague bem.
  • Tecidos de cor
    Deixe de molho com água oxigenada antes de lavar como habitualmente.
  • Tapetes e alcatifas
    Dissolva a nódoa com uma mistura de álcool e vinagre branco. Limpe depois com um produto especial para lavar tapetes.

Marcas de cimento

  • Pedra
    Remova os restos de cimento impregnando a pedra de água-forte e esfregando bem a pedra com uma escova.

Manchas de cola

  • Cerâmica
    Elimine a nódoa com um algodão impregnado de ácido oxálico.
  • Cobre
    Limpar com esfregão suave impregnado de uma mistura de vinagre e sal grosso.
  • Ferro
    Deixe mergulhado numa mistura de petróleo e óleo e, posteriormente, esfregue com um abrasivo suave.  Outra solução é mergulhar em em coca-cola e posteriormente puxar o brilho com óleo e um abrasivo suave.
  • Mármore
    Esfregue com pedra-pomes impregnada de vinagre.
  • Tapetes e alcatifas
    Deite água com gás e secar tantas vezes quanto for necessário até a nódoa desaparecer.
  • Tecidos
    Existem três procedimentos que poderá seguir para remover a cola dos tecidos:
    – Esfregue com acetona, pois as colas transparentes geralmente dissolvem-se com este produto.
    – Antes da lavagem, mergulhe as peças afetadas num recipiente com álcool dissolvido em água.
    – Esfregue as nódoas com uma mistura de limão e sal e ponha ao sol, a corar. De seguida, lave como habitualmente.

Manchas de desbotado

  • Tapetes e alcatifas
    Para recuperar as cores dos tapetes e alcatifas, esfregue-os bem com uma esponja embebida em água de ferver cascas de batata. Em seguida, enxague e deixe secar.
    Experimente ainda o efeito da aguarrás numa área escondida. Esfregue com um pano impregnado de aguarrás e depois lave a área tratada com água quente e detergente.

Manchas de ferrugem

  • Cerâmica
    Impregne a superfície com vinagre e sal grosso. Deixe atuar e limpe com água.
  • Ferro
    Remova a ferrugem do ferro, esfregando-o com petróleo.
  • Tecidos
  • Esfregue as nódoas com uma mistura de limão e sal e ponha ao sol, a corar. Em seguida, lave normelmente as peças.

Nódoas de fruta

  • Tecidos brancos
    Mergulhe os tecidos em água com amoníaco e passe-os depois por água com lixívia. Em seguida, proceda à lavagem habitual.
  • Tecidos de cor
    Teste a resistência das cores ao álcool numa área escondida e, se a reação for boa, embeba-os em álcool e enxague.
    A água oxigenada é outra hipótese de remoção das nódoas de fruta dos tecidos de cor. Impregne as peças de água oxigenada com umas gotas de amoníaco. Note que, tal como para o álcool, antes deverá experimentar o efeito sobre da água oxigenada sobre as cores numa área escondida.
  • Mármore
    Proceda à limpeza do mármore, lavando-o com água, sabão, lixívia e umas gotas de amoníaco.

Marcas de gesso

  • Chão
    Elimine os restos de gesso do chão, esfregando com um pano impregnado de vinagre.

Nódoas de gordura

  • Algodão
    Dissolva a nódoa de gordura com um pano impregnado de gasolina de isqueiro. Em seguida, lave e enxague.
  • Azulejos
    Esfregue os azulejos com uma esponja impregnada de amoníaco dissolvido em água quente.
  • Camurça
    Retire a nódoa de gordura, esfregando-a com um pano impregnado de éter.
  • Cerâmica
    Elimine a nódoa com um algodão impregnado de amoníaco.
  • Couro
    Esfregue a área afetada com um pano impregnado de essência de terebintina.

  • Passe uma esponja humedecida com essência de terebintina sobre a área afetada pela gordura.
  • Mármore
    Esfregue bem a nódoa com gasolina e enxague.
  • Tecidos sintéticos
    Dissolva a nódoa com éter, posteriormente lave e enxague.

Manchas de Humidade

  • Azulejos
    Limpe os azulejos, esfregando a humidade com uma esponja impregnada de lixívia dissolvida em água.
  • Tecidos
    Enxague com amoníaco dissolvido em água (uma colher de amoníaco por litro de água).
  • Tecidos delicados
    Molhe os tecidos com leite e esfregue. Lave de seguida como habitualmente.
  • Tecidos resistentes
    Embeba  os tecidos em água quente, aplique uma mistura fervida de sumo de limão e talco e proceda à lavagem habitual.

Nódoas de Lama

 

  • Mármore
    Impregne a nódoa de água oxigenada até desaparecer.

Nódoas de Mercúrio (mercurocromo)

  • Tecidos
    Dilua a nódoa de mercúrio em álcool e enxague.

Manchas de Nicotina

  • Tecidos
    Dilua a nódoa com álcool e enxague. Antes desta operação deverá experimentar o efeito do álcool sobre as cores, numa área reservada do tecido.

Manchas de Óleo

  • Alabastros
    Aplique talco nos alabastros para absorver a maior quantidade de gordura. Em seguida, esfregue com um algodão impregnado de terebintina. Posteriormente, aplique cera de silicone para hidratar e dar brilho.
  • Algodão
    Se a nódoa for recente, polvilhe com talco para absorver a gordura. Depois, esfregue com um pano impregnado de gasolina purificada e lave com água e sabão.
  • Couro
    Esfregue a nódoa com um algodão impregnado de éter. Posteriormente, aplique creme ou cera para hidratar e dar brilho ao couro.
  • Fibras sintéticas
    Dilua a nódoa com éter e posteriormente lave com detergente normal.
  • Linho
    Se a nódoa for recente, polvilhe-a com talco para absorver a gordura. Esfregue depois a nódoa com um pano impregnado de gasolina purificada ou terebintina e lave com água e sabão.
  • Seda
    Se o tecido não requerer limpeza a seco, acrescente na água da lavagem uma colher de amoníaco.
  • Lajes
    Aplique talco para absorver a maior quantidade de gordura. Esfregue com um algodão impregnado de terebintina e, após esta operação, aplique cera de silicone para hidratar e dar brilho.
  • Madeira encerada
    Esfregue com um pano impregnado de terebintina. Posteriormente, aplique cera para hidratar e dar brilho à madeira.
  • Madeira envernizada
    Se a nódoa não desaparecer com detergente e amoníaco, limpe com gasolina.
  • Mármore
    Aplique talco para absorver a maior quantidade de gordura. Esfregue com um algodão impregnado de terebintina e posteriormente aplique cera de silicone para hidratar e dar brilho à superfície.
  • Papel
    Polvilhe com talco e aplique um papel mata-borrão com um ferro de engomar quente.
  • Pintura lavável
    Dilua uma colher de amoníaco e outra de detergente num litro de água e esfregue com um pano. Depois, enxague com água limpa.
  • Tapetes e alcatifas
    Se a nódoa for recente, polvilhe talco para absorver a gordura. Depois, esfregue-a com um pano impregnado de tricloroetileno e lave com champô especial para lavar tapetes.

Manchas de Ovo

  • Mosaicos
    Acrescente amoníaco à água misturada com detergente para lavar o chão.
  • Prata
    Tire as nódoas pretas que o ovo deixa na prata, esfregando com um limão cortado ao meio.
  • Tecidos brancos
    Lave os tecidos com água oxigenada diluída em água fria, na proporção de 1 colher de água oxigenada por cada litro de água.
  • Tecidos de cor
    Lave amoníaco diluído em água fria (1 colher de amoníaco por litro de água).

Manchas de Óxido (verdete)

  • Cobre
    Para nódoas incrustadas, esfregue com água quente e lixívia.
  • Ferro
    Misture óleo de soja com cinza de madeira e esfregue com um pano de lã.

Manchas de Pastilha elástica

  • Tecidos
    Para remover pastilhas elásticas, congele os tecidos ou passe sobre eles uma pedra de gelo. Depois de remover a pastilha elástica, se necessário limpe a marca com algum dissolvente, como por exemplo acetona.

Nódoas de Relva

  • Mosaicos
    Acrescente vinagre à água com detergente e lave.
  • Papel
    Dissolva a nódoa com álcool e seque com um papel mata-borrão.
  • Tecidos
    Acrescente uma colher de vinagre no ciclo de lavagem. Em seguida, enxague acrescentando três colheres de água oxigenada por cada litro de água e volte a lavar com água com vinagre.
  • Tecidos naturais
    O álcool dissolve as nódoas de relva em tecidos naturais.
    Dica: Não aplique em tecidos sintéticos.

Nódoas de Resina

  • Tecidos
    Dissolva a nódoa com álcool e depois lave. Se possível, enxague com água e lixívia.

Nódoas de Sangue


  • Dissolva a nódoa com água e ácido acetilsalicílico (aspirina ou similar).
  • Tecidos de cor Faça uma solução de limpeza com amido e água, cubra com ela a nódoa e, quando estiver seca, escove energicamente.

Nódoas de Sujidade

  • Cobre dourado
    O cobre dourado limpa-se com uma clara de ovo e uma colher de lixívia.
  • Estofos
    Misture em partes iguais detergente em pó para roupa, talco e bicarbonato. Espalhe a solução sobre os estofos, escove com força e deixe atuar durante uma hora. Por fim, aspire bem e, se necessário, repita o procedimento.
  • Folheados a ouro
    Limpe as molduras ou outras superfícies revestidas a folha de ouro com uma clara de ovo batida em castelo, aplicando-a com um pincel.
  • Gesso
    Limpe as peças de gesso com um pincel e água morna com amido.
  • Madeira envernizada
    Esfregue a madeira com um pano impregnado de uma mistura de óleo de linhaça e álcool metílico.
  • Tapetes e alcatifas
    Para eliminar a sujidade dos tapetes e alcatifas, esfregue com uma esponja húmida de água quente com um detergente da loiça e um pouco de amoníaco.

Nódoas de Sumo de fruta

  • Tapetes e alcatifas
    Para eliminar as nódoas de fruta, embeba a nódoa em álcool metílico, antes de esfregar com pano húmido de água e detergente.

Manchas de Suor

  • Tecidos
    Deixe os tecidos de molho em água fria com vinagre. Em seguida, faça a lavagem habitual.

Manchas de Tinta

  • Tecidos
    – A tinta dissolve-se com leite morno.
    – Poderá também eliminar as nódoas de tinta dos tecidos, esfregando com um pano impregnado de uma mistura de álcool metílico e vinagre branco.
    – Um terceiro procedimento possível é dissolver a nódoa com essência de terebintina e lavar posteriormente.
  • Mármore
    Imbua de água oxigenada com umas gotas de amoníaco até a nódoa desaparecer. Enxague de seguida.

Manchas de Tintura de iodo

  • Tecidos
    Dissolva a nódoa com álcool e enxague com água e amoníaco.

Manchas de Urina

  • Superfícies laváveis
    Para eliminar as nódoas de urina, esfregue com uma esponja húmida de água quente com um detergente para o chão misturado com vinagre.
  • Tecidos
    Deixe os tecidos de molho em água fria com vinagre e depois lave normalmente.

Manchas de Verniz de unhas

  • Tecidos
    Elimine a nódoa de verniz, aplicando um algodão impregnado de acetona.

  • Elimine a nódoa aplicando um algodão impregnado de éter.

Nódoas de Vinho

  • Mármore
    Impregne de lixívia até a nódoa desaparecer e enxague.
  • Tecidos
    Dissolva as nódoas de vinho com leite antes de lavar a roupa. Depois enxague com água e um pouco de amoníaco.

Substitua os químicos por produtos de limpeza naturais

Caso pretenda substituir produtos de limpeza químicos por produtos naturais, mais sustentáveis em termos económicos e ecológicos, deve fazê-lo faseadamente. Não elimine radicalmente os produtos químicos que tem em casa vez pois, desta forma, poderá escolher de entre os vários produtos naturais, o que mais lhe agrada para fazer determinado tipo de limpeza.

Saber escolher os produtos para fazer uma limpeza mais natural e ecológica

Há diferentes ingredientes possíveis de serem utilizados para fazer uma limpeza da casa mais sustentável e económica, praticamente todos eles fáceis de encontrar em qualquer superfície comercial.

Saiba quais são os produtos naturais que permitem fazer uma limpeza da casa económica e eficaz, mantendo-a impecável e sem quaisquer substâncias químicas perigosas.

  • Amónia
    A amónia é eficaz na limpeza de quase todas as superfícies domésticas. Deve, no entanto, mantê-la fora do alcance das crianças.
  • Bicarbonato de sódio
    Entre as várias finalidades, o bicarbonato de sódio elimina os ácidos, atua como desengordurante e desodorizante de espaços.
    Use o bicarbonato para limpar o forno do fogão de forma eficaz e não tóxica. Para tal, basta que aplique uma pasta de bicarbonato e água no forno, deixando atuar durante algumas horas (por exemplo durante a noite). O melhor será limpar o forno do fogão com regularidade, preferencialmente após cada utilização.
    Embora não sendo um substituto do detergente da roupa, o bicarbonato de sódio é um excelente ativador da sua ação de limpeza, permitindo gastar apenas metade do detergente comum. Para tal, baste colocar metade da dose de detergente e 1/4 de bicarbonato (para lavar e amaciar roupas mais sensíveis). Para as em roupas mais sujas e resistentes, poderá usar bórax.
  • Bórax
    Desodoriza espaços, inibe o crescimento de bolor e mofo, aumenta o poder de limpeza do sabão ou dos detergentes e remove nódoas.
    Para produzir um lava tudo caseiro, basta dissolver duas colheres de sopa de bórax e uma de detergente/sabão num litro de água. Esta solução de limpeza pode depois ser depositada num recipiente com pulverizador e utilizar sempre que necessário.
  • Sabão
    O sabão é um excelente produto de limpeza natural, que se revela eficaz sobretudo na lavagem e tratamento de roupa.
  • Sal
    Além dos fins culinários para que o sal é vulgarmente utilizado, ele é também um excelente produto de limpeza natural. Veja as suas várias opções no artigo que escrevemos acerca da utilização do sal nas limpezas domésticas.
  • Sumo de limão
    O sumo de limão é bom para limpar vidros, remover manchas do alumínio e da porcelana e também pode algumas nódoas. Na lavagem e tratamento da roupa, o sumo de limão funciona como branqueador natural, colocando as peças a corar ao  sol.
  • Vinagre
    O vinagre dissolve calcário e remove eficazmente a gordura. O vinagre também é um ótimo produto natural para limpar o interior do frigorífico e remover odores aí existentes.
    Para limpar a sanita, experimente colocar uma chávena de vinagre e logo a seguir um pouco de bicarbonato de sódio. A junção destes dois produtos originará uma reação que assegura a limpeza da sanita. A junção destes dois produtos também é eficaz para desentupir canos. Quando a reação assentar, deite água a ferver, completando assim o processo de desentupimento.
    Veja outras utilizações do vinagre no espaço que dedicámos para descrever as diversas utilizações do vinagre como produto de limpeza natural.