Tag Archives: limpeza de couro

Guia rápido para remover nódoas

São vários os tipos de nódoas e manchas que podem surgir no dia a dia, assim como as superfícies onde elas caem. Dependendo da superfície e/ou material afetado, há produtos de limpeza que conseguem remover a nódoa.

Neste artigo, apresentamos um guia rápido para que saiba como tirar nódoas de vários tipos de superfície ou materiais. Há casos em que há mais do que um procedimento que pode ser adotado na remoção da nódoa e, por isso, apresentamos as diferentes hipóteses para cada tipo de nódoa.

O guia está organizado pelo tipo de nódoa, área(s) afetada(s) e prodecimentos a seguir.

 

Manchas de água salgada

  • Couro
    Esfregue a superfície afetada com uma mistura de duas partes de álcool para uma de leite.

Manchas de alcatrão

  • Couro
    Dissolva a nódoa de alcatrão em vaselina, eliminando-a depois com um pano embebido num solvente clorado, como o tetracloreto de carbono.
  • Pele
    Dissolva a nódoa com um algodão ou tecido impregnado de óleo e, em seguida, lave com água e sabão.
  • Tecidos
    Antes de aplique a solução de limpeza, teste o efeito da acetona sobre as cores do tecido numa zona escondida. Se não desbotar a cor, dissolva a nódoa com acetona, lavando e enxaguando de seguida.
  • Tapetes e alcatifas
    Esfregue a superfície com um pano impregnado de um solvente clorado (tetracloreto de carbono). Lave depois com um produto para lavar tapetes e enxague.

Manchas de álcool

  • Madeira encerada
    Esfregue com um pano impregnado de essência de terebintina. Encere de seguida.
    Dica de Limpeza: É conveniente que a zona limpa com essência de terebintina seja bastante ampla para que não se formem auréolas.

  • Madeira natural
    Esfregue com um pano impregnado de éter.
    Dica de Limpeza: É conveniente que a área esfregada com éter seja suficientemente ampla para evitar a formação de auréolas.

Arranhões

  • Aço
    Misture cinza de cigarros com óleo e esfregue bem com um pano de lã. Passe com um algodão impregnado de álcool e puxe o lustro.

Nódoas de beterraba

  • Tecidos
    Embeba o tecido em sumo de limão até a nódoa desaparecer e enxague de seguida.


Manchas de
 bolor

  • Azulejos
    Aplique lixívia na nódoa até esta desaparecer.
  • Cerâmica
    Elimine a nódoa com um algodão embebido em lixívia.

Manchas de café 

  • Tecidos brancos
    Impregne a nódoa com água oxigenada até desaparecer.
  • Tapetes e alcatifas
    Esfregue a nódoa com um pano imbuído numa mistura de álcool metílico e vinagre branco. Enxague e elimine as marcas com um produto para lavar tapetes.
  • Madeira
    Impregne a nódoa com água oxigenada.

Marcas de cal

  • Aplique abundantemente água quente com lixívia.
  • Azulejos
    Para remover cal dos azulejos, esfregue com um pano impregnado de álcool metílico.

Manchas de cera

  • Madeira
    Para eliminar a cera acumulada na madeira, dissolva-a com um algodão embebido em essência de terebintina.
  • Madeira encerada
    Retire a cera, esfregando com um pano imbuído de gasolina de isqueiro. Volte a encerar a madeira.
  • Madeira envernizada
    Lustre com um pano impregnado de vinagre quente.
  • Mármore
    Desfaça a cera com água a ferver e seque com papel mata-borrão.
  • Mosaicos
    Lave bem o chão de vinagre quente e enxague.
  • Tecidos
    Derreta a cera com água a ferver e seque com papel mata-borrão (há casos em que poderá eliminar a cera passando o tecido somente com o ferro de engomar quente e o papel mata-borrão). Elimine depois as marcas de gordura.

Nódoas de chá

  • Tecidos brancos
    Lave os tecidos com água e sabão à qual misturou umas gotas de limão. Passe por água com lixívia e enxague bem.
  • Tecidos de cor
    Deixe de molho com água oxigenada antes de lavar como habitualmente.
  • Tapetes e alcatifas
    Dissolva a nódoa com uma mistura de álcool e vinagre branco. Limpe depois com um produto especial para lavar tapetes.

Marcas de cimento

  • Pedra
    Remova os restos de cimento impregnando a pedra de água-forte e esfregando bem a pedra com uma escova.

Manchas de cola

  • Cerâmica
    Elimine a nódoa com um algodão impregnado de ácido oxálico.
  • Cobre
    Limpar com esfregão suave impregnado de uma mistura de vinagre e sal grosso.
  • Ferro
    Deixe mergulhado numa mistura de petróleo e óleo e, posteriormente, esfregue com um abrasivo suave.  Outra solução é mergulhar em em coca-cola e posteriormente puxar o brilho com óleo e um abrasivo suave.
  • Mármore
    Esfregue com pedra-pomes impregnada de vinagre.
  • Tapetes e alcatifas
    Deite água com gás e secar tantas vezes quanto for necessário até a nódoa desaparecer.
  • Tecidos
    Existem três procedimentos que poderá seguir para remover a cola dos tecidos:
    – Esfregue com acetona, pois as colas transparentes geralmente dissolvem-se com este produto.
    – Antes da lavagem, mergulhe as peças afetadas num recipiente com álcool dissolvido em água.
    – Esfregue as nódoas com uma mistura de limão e sal e ponha ao sol, a corar. De seguida, lave como habitualmente.

Manchas de desbotado

  • Tapetes e alcatifas
    Para recuperar as cores dos tapetes e alcatifas, esfregue-os bem com uma esponja embebida em água de ferver cascas de batata. Em seguida, enxague e deixe secar.
    Experimente ainda o efeito da aguarrás numa área escondida. Esfregue com um pano impregnado de aguarrás e depois lave a área tratada com água quente e detergente.

Manchas de ferrugem

  • Cerâmica
    Impregne a superfície com vinagre e sal grosso. Deixe atuar e limpe com água.
  • Ferro
    Remova a ferrugem do ferro, esfregando-o com petróleo.
  • Tecidos
  • Esfregue as nódoas com uma mistura de limão e sal e ponha ao sol, a corar. Em seguida, lave normelmente as peças.

Nódoas de fruta

  • Tecidos brancos
    Mergulhe os tecidos em água com amoníaco e passe-os depois por água com lixívia. Em seguida, proceda à lavagem habitual.
  • Tecidos de cor
    Teste a resistência das cores ao álcool numa área escondida e, se a reação for boa, embeba-os em álcool e enxague.
    A água oxigenada é outra hipótese de remoção das nódoas de fruta dos tecidos de cor. Impregne as peças de água oxigenada com umas gotas de amoníaco. Note que, tal como para o álcool, antes deverá experimentar o efeito sobre da água oxigenada sobre as cores numa área escondida.
  • Mármore
    Proceda à limpeza do mármore, lavando-o com água, sabão, lixívia e umas gotas de amoníaco.

Marcas de gesso

  • Chão
    Elimine os restos de gesso do chão, esfregando com um pano impregnado de vinagre.

Nódoas de gordura

  • Algodão
    Dissolva a nódoa de gordura com um pano impregnado de gasolina de isqueiro. Em seguida, lave e enxague.
  • Azulejos
    Esfregue os azulejos com uma esponja impregnada de amoníaco dissolvido em água quente.
  • Camurça
    Retire a nódoa de gordura, esfregando-a com um pano impregnado de éter.
  • Cerâmica
    Elimine a nódoa com um algodão impregnado de amoníaco.
  • Couro
    Esfregue a área afetada com um pano impregnado de essência de terebintina.

  • Passe uma esponja humedecida com essência de terebintina sobre a área afetada pela gordura.
  • Mármore
    Esfregue bem a nódoa com gasolina e enxague.
  • Tecidos sintéticos
    Dissolva a nódoa com éter, posteriormente lave e enxague.

Manchas de Humidade

  • Azulejos
    Limpe os azulejos, esfregando a humidade com uma esponja impregnada de lixívia dissolvida em água.
  • Tecidos
    Enxague com amoníaco dissolvido em água (uma colher de amoníaco por litro de água).
  • Tecidos delicados
    Molhe os tecidos com leite e esfregue. Lave de seguida como habitualmente.
  • Tecidos resistentes
    Embeba  os tecidos em água quente, aplique uma mistura fervida de sumo de limão e talco e proceda à lavagem habitual.

Nódoas de Lama

 

  • Mármore
    Impregne a nódoa de água oxigenada até desaparecer.

Nódoas de Mercúrio (mercurocromo)

  • Tecidos
    Dilua a nódoa de mercúrio em álcool e enxague.

Manchas de Nicotina

  • Tecidos
    Dilua a nódoa com álcool e enxague. Antes desta operação deverá experimentar o efeito do álcool sobre as cores, numa área reservada do tecido.

Manchas de Óleo

  • Alabastros
    Aplique talco nos alabastros para absorver a maior quantidade de gordura. Em seguida, esfregue com um algodão impregnado de terebintina. Posteriormente, aplique cera de silicone para hidratar e dar brilho.
  • Algodão
    Se a nódoa for recente, polvilhe com talco para absorver a gordura. Depois, esfregue com um pano impregnado de gasolina purificada e lave com água e sabão.
  • Couro
    Esfregue a nódoa com um algodão impregnado de éter. Posteriormente, aplique creme ou cera para hidratar e dar brilho ao couro.
  • Fibras sintéticas
    Dilua a nódoa com éter e posteriormente lave com detergente normal.
  • Linho
    Se a nódoa for recente, polvilhe-a com talco para absorver a gordura. Esfregue depois a nódoa com um pano impregnado de gasolina purificada ou terebintina e lave com água e sabão.
  • Seda
    Se o tecido não requerer limpeza a seco, acrescente na água da lavagem uma colher de amoníaco.
  • Lajes
    Aplique talco para absorver a maior quantidade de gordura. Esfregue com um algodão impregnado de terebintina e, após esta operação, aplique cera de silicone para hidratar e dar brilho.
  • Madeira encerada
    Esfregue com um pano impregnado de terebintina. Posteriormente, aplique cera para hidratar e dar brilho à madeira.
  • Madeira envernizada
    Se a nódoa não desaparecer com detergente e amoníaco, limpe com gasolina.
  • Mármore
    Aplique talco para absorver a maior quantidade de gordura. Esfregue com um algodão impregnado de terebintina e posteriormente aplique cera de silicone para hidratar e dar brilho à superfície.
  • Papel
    Polvilhe com talco e aplique um papel mata-borrão com um ferro de engomar quente.
  • Pintura lavável
    Dilua uma colher de amoníaco e outra de detergente num litro de água e esfregue com um pano. Depois, enxague com água limpa.
  • Tapetes e alcatifas
    Se a nódoa for recente, polvilhe talco para absorver a gordura. Depois, esfregue-a com um pano impregnado de tricloroetileno e lave com champô especial para lavar tapetes.

Manchas de Ovo

  • Mosaicos
    Acrescente amoníaco à água misturada com detergente para lavar o chão.
  • Prata
    Tire as nódoas pretas que o ovo deixa na prata, esfregando com um limão cortado ao meio.
  • Tecidos brancos
    Lave os tecidos com água oxigenada diluída em água fria, na proporção de 1 colher de água oxigenada por cada litro de água.
  • Tecidos de cor
    Lave amoníaco diluído em água fria (1 colher de amoníaco por litro de água).

Manchas de Óxido (verdete)

  • Cobre
    Para nódoas incrustadas, esfregue com água quente e lixívia.
  • Ferro
    Misture óleo de soja com cinza de madeira e esfregue com um pano de lã.

Manchas de Pastilha elástica

  • Tecidos
    Para remover pastilhas elásticas, congele os tecidos ou passe sobre eles uma pedra de gelo. Depois de remover a pastilha elástica, se necessário limpe a marca com algum dissolvente, como por exemplo acetona.

Nódoas de Relva

  • Mosaicos
    Acrescente vinagre à água com detergente e lave.
  • Papel
    Dissolva a nódoa com álcool e seque com um papel mata-borrão.
  • Tecidos
    Acrescente uma colher de vinagre no ciclo de lavagem. Em seguida, enxague acrescentando três colheres de água oxigenada por cada litro de água e volte a lavar com água com vinagre.
  • Tecidos naturais
    O álcool dissolve as nódoas de relva em tecidos naturais.
    Dica: Não aplique em tecidos sintéticos.

Nódoas de Resina

  • Tecidos
    Dissolva a nódoa com álcool e depois lave. Se possível, enxague com água e lixívia.

Nódoas de Sangue


  • Dissolva a nódoa com água e ácido acetilsalicílico (aspirina ou similar).
  • Tecidos de cor Faça uma solução de limpeza com amido e água, cubra com ela a nódoa e, quando estiver seca, escove energicamente.

Nódoas de Sujidade

  • Cobre dourado
    O cobre dourado limpa-se com uma clara de ovo e uma colher de lixívia.
  • Estofos
    Misture em partes iguais detergente em pó para roupa, talco e bicarbonato. Espalhe a solução sobre os estofos, escove com força e deixe atuar durante uma hora. Por fim, aspire bem e, se necessário, repita o procedimento.
  • Folheados a ouro
    Limpe as molduras ou outras superfícies revestidas a folha de ouro com uma clara de ovo batida em castelo, aplicando-a com um pincel.
  • Gesso
    Limpe as peças de gesso com um pincel e água morna com amido.
  • Madeira envernizada
    Esfregue a madeira com um pano impregnado de uma mistura de óleo de linhaça e álcool metílico.
  • Tapetes e alcatifas
    Para eliminar a sujidade dos tapetes e alcatifas, esfregue com uma esponja húmida de água quente com um detergente da loiça e um pouco de amoníaco.

Nódoas de Sumo de fruta

  • Tapetes e alcatifas
    Para eliminar as nódoas de fruta, embeba a nódoa em álcool metílico, antes de esfregar com pano húmido de água e detergente.

Manchas de Suor

  • Tecidos
    Deixe os tecidos de molho em água fria com vinagre. Em seguida, faça a lavagem habitual.

Manchas de Tinta

  • Tecidos
    – A tinta dissolve-se com leite morno.
    – Poderá também eliminar as nódoas de tinta dos tecidos, esfregando com um pano impregnado de uma mistura de álcool metílico e vinagre branco.
    – Um terceiro procedimento possível é dissolver a nódoa com essência de terebintina e lavar posteriormente.
  • Mármore
    Imbua de água oxigenada com umas gotas de amoníaco até a nódoa desaparecer. Enxague de seguida.

Manchas de Tintura de iodo

  • Tecidos
    Dissolva a nódoa com álcool e enxague com água e amoníaco.

Manchas de Urina

  • Superfícies laváveis
    Para eliminar as nódoas de urina, esfregue com uma esponja húmida de água quente com um detergente para o chão misturado com vinagre.
  • Tecidos
    Deixe os tecidos de molho em água fria com vinagre e depois lave normalmente.

Manchas de Verniz de unhas

  • Tecidos
    Elimine a nódoa de verniz, aplicando um algodão impregnado de acetona.

  • Elimine a nódoa aplicando um algodão impregnado de éter.

Nódoas de Vinho

  • Mármore
    Impregne de lixívia até a nódoa desaparecer e enxague.
  • Tecidos
    Dissolva as nódoas de vinho com leite antes de lavar a roupa. Depois enxague com água e um pouco de amoníaco.

Limpar diferentes tipos de nódoas e manchas

Todos os dias, as roupas e superfícies da casa estão sujeitas a diversos tipos de nódoas e manchas. Nem sempre temos à mão o produto de limpeza adequado, mas há determinadas dicas e técnicas de limpeza que nos permitem ter uma atuação imediata e, assim, evitar danos.

Veja a seguir como remover diferentes tipos de nódoas de tecidos e superfícies de forma rápida e segura.

Limpeza do frigorífico

Faça uma solução de limpeza com 1 litro de água morna e 1 colher (chá) de bicarbonato de sódio.
Retire os alimentos do frigorífico e deixe descongelar. Molhe um pano limpo na solução de limpeza que preparou e passe em todas as gavetas e prateleiras, inclusive no congelador.

Limpeza de objetos em inox

O melhor para limpar as peças em inox é esfregá-las com bicarbonato de sódio humedecido com um pouco de vinagre de maçã.

remover diferentes tipos de nodoasLimpeza de tecidos

  • Manchas de bolor
    As manchas de bolor nos tecidos saem, fervendo a peça numa solução de limpeza com água e bicarbonato de sódio, na proporção de 2 colheres (chá) para 1 litro de água.
    Uma outra forma de remover este tipo de manchas é pôr um pouco de água oxigenada (10 vol.) e deixar a peça secar ao sol. Se a peça de roupa for branca, poderá lavar com lixívia.
  • Manchas de café
    Lave o tecido com água morna e glicerina. Em alternativa poderá passar uma pedra de gelo sobre a mancha. As manchas de café também saem com uma mistura de bicarbonato de sódio e água.
    Para as manchas de café em roupas de algodão branco, humedeça com água oxigenada e logo em seguida lave com sabão.
    Para tirar manchas de café antigas, esfregue a área afetada com um pano humedecido com vinagre branco ou álcool.
  • Manchas de cerveja
    Deite umas gotas de água oxigenada ou amoníaco sobre as manchas e, em seguida, lave a roupa como habitualmente.
  • Manchas de chocolate
    De entre as várias hipóteses de remoção das manchas de chocolate dos tecidos, indicamos duas que são muito práticas:
    » Comprima a parte machada entre dois papéis absorventes, sem esfregar. Remova, em seguida, com álcool a 90º.
    » Humedeça a mancha de chocolate com glicerina e lave em água morna.
  • Manchas de iodo
    Ferva o tecido em leite de vaca, deixe arrefecer e lave com sabão.
  • Manchas no colarinho de camisas
    Antes de lavar as camisas, aplique champô nos colarinhos e deixe atuar alguns minutos. A sujidade sairá totalmente, assim como a gordura deixada pela pele. Além disso, a aplicação de champô no colarinho facilita a lavagem e minimiza o desgaste do tecido.
  • Manchas em golas e punhos
    Humedeça a gola e/ou os punhos e esfregue-os com sabão. Deixe atuar uns minutos e esfregue a área manchada com uma lixa de unhas. Enxague e lave o tecido imediatamente.
  • Manchas de Pastilha elástica
    Arrefeça a pastilha, ou  a mancha desta, colocando a peça de roupa, num saco de plástico, no congelador, durante algumas horas. Quando a pastilha elástica tiver congelado, raspe-a suavemente e aplique um solvente alcoólico com toques leves, de forma a remover os resíduos com mau aspecto que não tenha conseguido remover antes. Nunca deverá puxar ou raspar a pastilha elástica antes de a congelar ou arrefecer; se o fizer, apenas irá aumentar a dimensão da nódoa.
    Para remover vestígios de pastilha elástica em tecidos delicados, o melhor será fazer uma limpeza a seco na lavandaria.
  • Manchas de tinta de caneta
    Existem várias técnicas para remover as manchas de tinta dos tecidos. Deixamos-lhe algumas dicas de limpeza eficazes neste tipo de manchas.
    » Coloque laca sobre a mancha, deixe atuar e lave de seguida.
    » Mergulhe a peça em leite e deixe-a de molho durante várias horas. Depois esfregue a mancha de tinta com vinagre, limão ou ainda lixívia diluída (no caso de o tecido ser branco). No entanto, deverá ter muito cuidado para não descolorir ou manchar o tecido.
    » Aplique aguarrás, deixe atuar alguns minutos e lave a peça como habitualmente.
    » Esfregue a tinta, de preferência ainda fresca ou logo que possível, com um pano, macio e limpo, embebido em álcool etílico. Depois desta operação, lave a roupa normalmente.
  • Manchas de vinho
    Aplique água fria sobre a nódoa (nunca o faça com água quente, pois esta irá fixar mais a nódoa no tecido) e, em seguida, deite uma pitada de sal sobre a mesma. Ao fazer este procedimento deverá ter muita atenção se o tecido for de cor, pois o sal poderá absorvê-la juntamente com a mancha de vinho. Enxagúe com água e esfregue levemente a nódoa com uma esponja embebida em álcool etílico. Em seguida, lave a peça da forma usual.
    Este procedimento para remover nódoas de vinho também se aplica a nódoas de café e a grande parte das nódoas de tomate.
  • Roupa amarelada com o tempo
    A remoção deste tipo de manchas na roupa tem diferentes formas de solução dependendo do tipo de tecido. Vejamos, pois, a técnicas de limpeza a utilizar nos diferentes tecidos:
    » Para roupas de algodão e linho, ferva o tecido durante 1 hora, numa panela bem limpa, numa solução de sal e bicarbonato de sódio.
    » A seda branca, depois de lavada e enxaguada, deverá ficar totalmente submersa, durante alguns minutos, num recipiente com água e ½ litro de leite.
    » Os tecidos de licra branca, depois de lavados e enxaguados, deverão ficar um pouco de molho em água com umas pitadas de bicarbonato. Em seguida, seque as peças à sombra.
    » Para o nylon branco, mergulhe rapidamente as peças numa solução de água com um pouco de fermento em pó. O fermento em pó é ótimo para evitar que as roupas de nylon branco fiquem amareladas depois da lavagem.

Limpeza de superfícies em couro

  • Manchas de tinta de caneta
    Coloque alguns instantes sobre a mancha uma esponja embebida em água morna com amoníaco. Em seguida, esfregue com um pano macio e seco.
    Se o couro for resistente, poderá esfregar a mancha com um pano embebido em éter.

Limpeza de sapatos

  • Manchas em sapatos claros ou em camurças
    Para remover as manchas de sapatos de camurça ou de cor clara, esfregue-a com uma batata crua.
  • Manchas de água em sapatos
    Quando os sapatos se molham, deixe-os secar um pouco e esfregue com vaselina. Deixe que sequem por completo e lustre-os com um pano de flanela ou escova de sapatos.
    Para impermeabilizar os sapatos, passe-lhes cera. Caso se trate de sapatos de couro use claras batidas em castelo, pois formam uma película protetora.

Limpeza de tapetes

  • Manchas de gordura
    As manchas de gordura nos tapetes saem com óxido de magnésio em pó. Deixe atuar algum tempo e depois escove ou aspire o tapete para finalizar a limpeza da mancha.
  • Manchas de vinho tinto
    Remova as manchas de vinho tinto do tapete com vinho branco. Em alternativa poderá usar uma loção de barbear para proceder à limpeza do tapete, pois a espuma é um bom removedor de manchas.

Manchas de água em móveis

Esfregue a zona manchada com uma flanela embebida em óleo canforado.

Manchas de álcool

Elimine as manchas de álcool, lavando-as rapidamente com água fria.

Manchas de banana

Se a mancha for recente, esfregue um pouco de querosene no local afetado.

Manchas de banha, manteiga, graxa e cera

Passe benzina ou éter sobre a mancha, polvilhando depois com pó de talco. Em seguida, lave com água quente e sabão.

Manchas de batom

Retire as manchas de batom, lavando-as com benzina.

Manchas de doces ou bebidas açucaradas

Lave-as com água morna e um pouco de álcool.

Manchas de ferrugem

Use sumo de limão e água morna para remover as manchas de ferrugem.

Manchas de mel

Coloque sobre a mancha uma solução de limpeza feita com bicarbonato de sódio e água quente. Depois lave e enxague com água fria.

Manchas de mofo em armários

Este tipo de mancha aparece por má ventilação dos armários que estejam em locais quentes, húmidos e pouco iluminados. Arejar os armários é, pois, a melhor precaução para as manchas de mofo.
Quando as manchas já estão instaladas e é necessário fazer a limpeza, lave a superfície manchada com uma mistura de água e lixivia em partes iguais. Em seguida, lave abundantemente com água e seque bem com um pano limpo. Para as manchas mais difíceis, coloque lixivia pura num pano e esfregue bem, lavando e secando bem com um pano limpo.

Manchas de nicotina (cigarros) nos dedos

As manchas amareladas deixadas nos dedos pela nicotina saem facilmente se esfregar uma mistura de sumo de limão com água oxigenada.

Manchas de óleo no chão da garagem

Para retirar as manchas de óleo, espalhe solvente no chão da garagem e deixe atuar alguns minutos. Coloque depois uns jornais e deixe secar. Lave em seguida com uma solução de detergente, 1 chávena de lixívia e água fria. Repita até a mancha de óleo estar completamente limpa.

Conhece uma técnica diferente e eficaz para remover este tipo de manchas?
Então, sugerimos que partilhe a sua técnica de limpeza, deixando um comentário a este artigo.