Tag Archives: solução de limpeza

Como remover manchas desconhecidas de tecidos?

Dado que não é possível remover todas as nódoas e manchas usando uma só técnica, é extremamente importante identificar o tipo de mancha, antes de a tentar remover.

Caso não consiga descobrir de que mancha se trata, explore as técnicas de remoção de manchas de origem desconhecida que se seguem.

  • Limpe as manchas com um produto de limpeza a seco. Se, mesmo assim, a mancha persistir, deixe secar completamente antes de prosseguir.
  • Aspire a mancha com um aspirador de mão, sem água, uma vez que pode ajudar a remover as nódoas de graxa da roupa. Deixe repousar cerca de 15 minutos e depois enxagúe bem. Se a mancha se mantiver, siga as instruções da próxima etapa.
  • Embeba o tecido manchado em água fria, deixando-o ficar imerso durante ½ hora, no mínimo.
  • Não empregue água morna ou quente, pois desconhece o tipo de mancha e pode tratar-se de uma nódoa de proteína; ao aplicar um líquido quente sobre este tipo de nódoas, elas tendem a fixar-se no tecido.
  • Esfregue a mancha com uma solução de limpeza de 1 colher de sopa de vinagre branco, 1 colher de sopa de detergente e um copo de água fria. Muitas manchas são removidas com tratamentos ligeiramente ácidos, juntamente com um detergente, daí a implementação desta etapa. Caso a nódoa persista, avance para a etapa seguinte.
  • Retire a solução ácida aplicada anteriormente, lavando a nódoa com água corrente e deixe secar. Aplique, então, uma solução de 1 colher de sopa de amoníaco, 1 colher de sopa de detergente e um copo de água fria.
    NB: O cuidado a ter na remoção do tratamento usado antes de aplicar a solução amoníaca prende-se com o facto de o vinagre ser um ácido e o amoníaco uma base. Se este for aplicado enquanto o vinagre ainda estiver presente no tecido, tenderá a neutralizar a base aplicada, inutilizando a acção do amoníaco na remoção da mancha.
    Dica: Teste a solução amoníaca numa área escondida do tecido antes de a usar sobre a mancha, para ter certeza que é seguro para o tecido.
  • Esfregue a mancha com álcool. Se a nódoa persistir, deixe evaporar completamente o álcool do tecido antes de prosseguir para a próxima etapa.
  • Mergulhe a mancha numa solução de detergente enzimático, pelo menos durante trinta minutos e depois lave a peça na máquina. Certifique-se que a mancha desapareceu após a lavagem, antes de a deixar secar.
  • Lave novamente a peça de roupa, desta vez em água quente (à temperatura mais alta que o tecido permitir) e aplique lixívia (use lixívia para roupa delicada, se o tecido for de cor).

Se nenhuma das sugestões aqui apresentadas para remover manchas de origem desconhecida, deixe secar o tecido ao ar livre e leve a roupa a uma lavandaria para uma limpeza a seco profissional, expondo os passos seguidos até então.

Conhece uma técnica diferente e eficaz para remover manchas desconhecidas de tecidos?
Em caso afirmativo, partilhe a sua dica de limpeza sobre este tipo de nódoas, deixando um comentário a este artigo.

Substitua os químicos por produtos de limpeza naturais

Caso pretenda substituir produtos de limpeza químicos por produtos naturais, mais sustentáveis em termos económicos e ecológicos, deve fazê-lo faseadamente. Não elimine radicalmente os produtos químicos que tem em casa vez pois, desta forma, poderá escolher de entre os vários produtos naturais, o que mais lhe agrada para fazer determinado tipo de limpeza.

Saber escolher os produtos para fazer uma limpeza mais natural e ecológica

Há diferentes ingredientes possíveis de serem utilizados para fazer uma limpeza da casa mais sustentável e económica, praticamente todos eles fáceis de encontrar em qualquer superfície comercial.

Saiba quais são os produtos naturais que permitem fazer uma limpeza da casa económica e eficaz, mantendo-a impecável e sem quaisquer substâncias químicas perigosas.

  • Amónia
    A amónia é eficaz na limpeza de quase todas as superfícies domésticas. Deve, no entanto, mantê-la fora do alcance das crianças.
  • Bicarbonato de sódio
    Entre as várias finalidades, o bicarbonato de sódio elimina os ácidos, atua como desengordurante e desodorizante de espaços.
    Use o bicarbonato para limpar o forno do fogão de forma eficaz e não tóxica. Para tal, basta que aplique uma pasta de bicarbonato e água no forno, deixando atuar durante algumas horas (por exemplo durante a noite). O melhor será limpar o forno do fogão com regularidade, preferencialmente após cada utilização.
    Embora não sendo um substituto do detergente da roupa, o bicarbonato de sódio é um excelente ativador da sua ação de limpeza, permitindo gastar apenas metade do detergente comum. Para tal, baste colocar metade da dose de detergente e 1/4 de bicarbonato (para lavar e amaciar roupas mais sensíveis). Para as em roupas mais sujas e resistentes, poderá usar bórax.
  • Bórax
    Desodoriza espaços, inibe o crescimento de bolor e mofo, aumenta o poder de limpeza do sabão ou dos detergentes e remove nódoas.
    Para produzir um lava tudo caseiro, basta dissolver duas colheres de sopa de bórax e uma de detergente/sabão num litro de água. Esta solução de limpeza pode depois ser depositada num recipiente com pulverizador e utilizar sempre que necessário.
  • Sabão
    O sabão é um excelente produto de limpeza natural, que se revela eficaz sobretudo na lavagem e tratamento de roupa.
  • Sal
    Além dos fins culinários para que o sal é vulgarmente utilizado, ele é também um excelente produto de limpeza natural. Veja as suas várias opções no artigo que escrevemos acerca da utilização do sal nas limpezas domésticas.
  • Sumo de limão
    O sumo de limão é bom para limpar vidros, remover manchas do alumínio e da porcelana e também pode algumas nódoas. Na lavagem e tratamento da roupa, o sumo de limão funciona como branqueador natural, colocando as peças a corar ao  sol.
  • Vinagre
    O vinagre dissolve calcário e remove eficazmente a gordura. O vinagre também é um ótimo produto natural para limpar o interior do frigorífico e remover odores aí existentes.
    Para limpar a sanita, experimente colocar uma chávena de vinagre e logo a seguir um pouco de bicarbonato de sódio. A junção destes dois produtos originará uma reação que assegura a limpeza da sanita. A junção destes dois produtos também é eficaz para desentupir canos. Quando a reação assentar, deite água a ferver, completando assim o processo de desentupimento.
    Veja outras utilizações do vinagre no espaço que dedicámos para descrever as diversas utilizações do vinagre como produto de limpeza natural.

Tirar manchas de óleo para bebé

As manchas de óleo para bebé podem ocorrer frequentemente, não só porque é muitas vezes derramado mas também porque às vezes há pequenos salpicos que afectam qualquer superfície.

O óleo para bebé, como qualquer tipo de mancha de óleo, é liso e repele a água, tornando-se mais difícil de remover a mancha da forma “habitual”, com recurso ao uso de água.
Além disso, este tipo de manchas espalha-se rapidamente e, como tal, tem de se ter muito cuidado ao esfregá-la para não a alastrar na superfície afectada.

Saiba como tirar manchas causadas por óleo para bebé de roupas e outros tecidos, estofos e tapetes seguindo as instruções que se seguem.

 

Tirar manchas de óleo para bebé de tecidos

  • Esfregue uma pequena quantidade de sabão no tecido.
  • Lave bem a área afectada e enxagúe para retirar o sabão e a mancha de óleo do bebé.
  • Faça um tratamento da nódoa, usando um aditivo de pré-lavagem e, em seguida, lave o tecido em água o mais quente possível, a fim de remover completamente a nódoa.
  • Certifique-se que a mancha desapareceu após a lavagem e repita a operação, se necessário.
    Dica: Tenha o cuidado de não colocar a roupa na máquina de secar antes de a nódoa estar completamente limpa, caso contrário poderá defini-la ainda mais no tecido.
    .

Tirar nódoas de óleo para bebé de estofados

  • Seque a mancha de óleo ao máximo, tendo o cuidado de não a espalhar no estofo.
  • Aplique um absorvente sobre a nódoa, como maisena ou bicarbonato de sódio, e deixe actuar aproximadamente 15 minutos. Em seguida, limpe ou aspire o absorvente.
    NOTA: Dependendo da quantidade de óleo derramado, pode ser necessário repetir várias vezes este processo até que a nódoa tenha sido completamente absorvida pelo absorvente aplicado.
  • Se, apesar de tudo, a nódoa persistir, aplique um solvente de limpeza a seco na área manchada e esfregue com um pano branco até que o produto seja absorvido.
    Dica: Teste o solvente numa área escondida para ter certeza de que não danifica o estofo.
  • Repita a operação as vezes necessárias até que a nódoa desapareça.
  • Se, mesmo assim a nódoa se mantiver, aplique uma solução de limpeza preparada com 2 copos de água fria e 1 colher (sopa) de detergente líquido. Em seguida, esfregue a nódoa com um pano limpo e branco, até que o líquido seja absorvido e a mancha removida.
  • Quando a nódoa estiver limpa, esfregue a área afectada do estofo com um pano branco embebido em água fria, a fim de retirar completamente a solução de limpeza aplicada e, em seguida, deixe secar.
    .

Tirar nódoas de óleo para bebé de tapetes, carpetes e alcatifas

As instruções para a remover nódoas causadas por óleo para bebé em tapetes, carpetes e alcatifas são as mesmas que para os estofados.

Conhece uma técnica diferente e eficaz para remover nódoas de óleo para bebé?
Em caso afirmativo, partilhe a sua dica de limpeza sobre este tipo de mancha, deixando um comentário a este artigo.

remover manchas de óleo de bebé

Como remover manchas de banana

As manchas de banana não são difíceis de sair, se forem rapidamente tratadas, pois se oxidam e escurecem, tornam-se mais difíceis de limpar. Convém, por isso, estar consciente de que este tipo de nódoa não é causado somente pela fruta em si, mas também por comida para bebé com banana, pudim ou outros doces com creme de banana.

Veja abaixo as instruções detalhadas para remover manchas de banana de roupa e outros tecidos, estofos e tapetes.

 

Remover manchas de banana de roupas e tecido

  • Raspe o excesso de banana do tecido e esfregue-o bem, colocando a peça sob água fria a correr.
  • Aplique um produto de pré-lavagem para remover nódoas e manchas.
  • Lave o tecido em água quente (à temperatura mais alta possível) com lixívia normal ou para roupa delicada, caso o tecido seja de cor.
  • Se necessário, repita a operação.

 

Remover manchas de banana de estofados

  • Comece por retirar o excesso de banana da superfície afetada.
  • Prepare uma solução de duas chávenas de água fria e uma colher (sopa) de detergente líquido. Limpe a mancha de banana com esta solução de limpeza, usando um pano branco e limpo.
  • Esfregue até o líquido estar completamente absorvido.
  • Caso a nódoa se mantenha, repita a operação até que a mesma desapareça dos estofos.
  • Já com a mancha de banana eliminada, limpe o estofado com água fria embebida num pano branco limpo. Limpe bem, para remover quaisquer vestígios da solução de limpeza, e deixe secar.

 

Remover manchas de banana de carpetes e tapetes

As instruções para a remoção de manchas de banana de carpetes e tapetes são as mesmas que as indicadas para a limpeza dos estofos.
Se não conseguir eliminar a nódoa com a aplicação deste método, poderá aplicar uma solução de 1 colher de amoníaco com duas chávenas de água morna. Aplique esta solução de limpeza seguindo os passos indicados anteriormente.

 

Conhece uma técnica diferente e eficaz para remover manchas de banana
Partilhe a sua dica de limpeza, deixando um comentário a este artigo.

Como limpar móveis

A limpeza de móveis é uma tarefa árdua e contínua, na qual é fundamental saber que tipo de material os constitui, para uma aplicação correta e com os produtos adequados.

Os móveis que necessitam de mais cuidados, devido à sua constante utilização são os móveis da cozinha – o balcão onde se coloca a comida, a mesa onde se come ou o móvel onde se coloca os arranjos de flores precisam de ser limpos diariamente. No entanto, existem diferentes tipos de madeira, todos eles são especiais e todos requerem um tratamento específico.

As madeiras  mais utilizadas para fabricar móveis são a madeira envernizada, a dourada, a lacada, os móveis de teca e os de plástico esmaltados. Todos eles precisam de métodos e técnicas de limpeza diferentes, as quais iremos mencionar de seguida.

Nos móveis de madeira lacada, basta colocar um pouco de detergente da loiça, ou glicerina líquida, juntar-lhe água e esfregar com uma esponja. De seguida, secar com um pano macio. Se preferir pode utilizar um produto caseiro que oferece resultados bastante aceitáveis, este truque consiste em esfregar rodelas de batatas cruas e retirar os excessos com uma pano.

Em relação aos móveis de madeira dourada, é preciso muito cuidado, uma vez que devem ser tratados com uma solução a partir de duas claras de ovo e uma colher de chá de lixívia, deixando cair gota a gota e enxaguando de seguida.

Para fazer a limpeza de móveis envernizados, não existe melhor solução do que uma limpeza com um pano humedecido em óleo de linhaça, de seguida esfregas-e com um pano limpo.

Relativamente aos móveis teca, para estarem limpos e em bom estado de conservação, basta passar um pano para limpar o pó, semanalmente e, anualmente, aplicar uma camada de óleo de teca ou, na falta do mesmo, passe um pano embebido em óleo de linhaça.

Na limpeza de móveis de plástico esmaltado, e para uma limpeza mais profunda, deve-se aplicar um aerossol, seguido de um creme especial. Numa limpeza diária, basta passar uma esponja mergulhada em água.

Uma solução barata e caseira para limpar o pó dos móveis de pinho tratado, é  fazer uma preparação de azeite e vinagre, na proporção de três de azeite para uma de vinagre. Com esta preparação, poupa-se tempo, por limpar menos vezes o pó e, ao mesmo tempo, está a proteger os móveis.

Para não os danificar ou riscar os móveis de aço inoxidável e de ferro, estes devem-se limpar com uma esponja ou um pano macio embebido numa solução de sabão neutro e água morna ou quente e de seguida passar um pano seco.

É de salientar que se os móveis tiverem pouca utilização, não é necessário realizar uma limpeza diária, bastando uma limpeza semanal ou quinzenal, consoante a disponibilidade e a sujidade.